Blog do Inédito

Meu MBA com vendedores ambulantes
14/Jul/18autor: Emerson Dias
Meu MBA com vendedores ambulantes

Certa vez na praia, sentei para conversar com o dono de um quiosque, papo vai papo vem, senta conosco um vendedor de queijo coalho assado.

Sujeito simples, de voz potente, português rudimentar, chinelos, regata e bermuda com bolsos largos, que ele logo esclareceu: “melhor pra pegar o dinheiro pro troco”.

Não lembro seu nome, mas as aulas me marcaram profundamente. Sim, aulas, naquela tarde o movimento estava fraco, segundo ele, mas na minha visão a praia estava cheia:” cheia de gente não de cliente” disse ele, e esta foi a lição 1, muito óbvio?

Nem toda gente é seu cliente, claro, é preciso ter um nicho, focar no cliente certo, mas como você faz isso? Errando, até descobrir, você pode fazer isso antes de vender, aliás até recomendo, mas só sabemos de fato quem são nossos clientes depois de uma certa experiência, como disse Steve Blank: “nós não sabemos o que o cliente quer até que suposições sejam validadas”.

“Nem todas as pessoas nesta praia querem queijo, são 3 da tarde, muitos já almoçaram, olha lá aquela família”, me disse o professor: “repara que estão cheios de sono, significa que acabaram de almoçar, não é hora de comer queijo, mas daqui algumas horas serão meus clientes, fico aqui observando as pessoas e só levanto daqui quando identifico meu cliente, isso me cansa menos, dá mais produtividade no meu dia, depois de um tempo observando o cliente eu já consigo prever alguns hábitos e ofereço meu produto na hora certa, já chego com o queijo assado, ele nem espera!”

De fato, ele converteu 100%, todas as prospecções viraram vendas, e eu lembro disso sempre que vejo alguém anunciando seus produtos serviços para qualquer um na rua ou na rede social.

“Meu escritório é na praia eu tô sempre na área” marcou aquela tarde de verão.

Depois disso comecei a prestar atenção em vendedores ambulantes, principalmente no transporte público, que sou usuário e que apesar de proibido por lei, nenhum deles respeita a regra e entram contudo anunciando seus produtos, com português “próprio”, rimas fáceis, histórias tristes, outras vezes engraçadas, e lá estão eles oferecendo de tudo entre uma estação e outra, pra lá e pra cá no vagão sem segurar nas barras, verdadeiro equilíbrio de surfista, eles tem política de meios de pagamento (cartão, vale transporte, bilhete, etc), hábeis na formulação de politica de descontos e promoções, 2 por 10, 5 por 20 e assim vai, o importante é liquidar o estoque e voltar pra casa com a meta alcançada.

O que passei admirar nestes vendedores é sua ousadia e sua observação sobre o comportamento humano, não dominam técnicas apuradas, planos táticos de vendas, gestão de pipeline, não têm CRM ou qualquer software de gestão, seja de clientes ou de supply chain, aliás, se não chegou chocolate, eles vendem cabo USB, eles não se apegam ao produto, eles apenas vendem, com suas próprias características e muita ousadia.

Você teria coragem de anunciar sua grande ideia de produto ou serviço, dentro do trem lotado às 6 da tarde ou na beira da praia no verão? Talvez a atitude desses vendedores valha mais que muitas ideias sofisticadas e elaboradas em power point apresentadas no alto de um prédio envidraçado num endereço bacana da cidade, porque faltará a atitude e ousadia da força de vendas de fazê-las chegar ao cliente certo.

Faça um MBA de vendas no trem ou na praia, é grátis, garanto que vai se surpreender com os professores.

Já dizia Esopo: “Ninguém é tão grande que não possa aprender, nem tão pequeno que não possa ensinar”

Historias como essa fazem parte dos treinamentos sobre vendas e atendimento ao cliente do inédito viável, acesse os conteúdos!

Acesse:

www.oineditoviavel.com.br

http://oineditoviavel.com.br/loja/produtos/2/cursos

http://oineditoviavel.com.br/loja/produtos/3/palestras

E inscreva-se no canal do youtube

Últimas Postagens

  • test
    Meu MBA com vendedores ambulantes

    Certa vez na praia, sentei para conversar com o dono de um quiosque, papo vai papo vem, senta conosco um vendedor de queijo coalho assado. Sujeito simples, de voz potente, português r

    Leia Mais...
  • test
    Tome uma atitude!

    Faço parte de uma geração que cresceu ouvindo uma propaganda na TV que dizia assim: “tome uma atitude, beba dan up!” me lembro até hoje, sempre quan

    Leia Mais...
  • test
    Ética, moral e o compliance

    Em 1700 a.C Hamurabi 6º rei da dinastia babilônica, criou o Código de Hamurabi, este pode ser considerado o primeiro código de ética da humanidade,

    Leia Mais...
  • test
    Inteligência e competência

    Joãozinho é um menino muito sabido, todos os adultos elogiam suas “sacadas”, por sua desenvoltura intelectual e capacidade de ser engraçado, mostra certa habilidade

    Leia Mais...
  • test
    A fábula da moça sonhadora

    Uma graciosa e jovem camponesa, que acabara de coletar o leite das vacas, voltava do campo com um balde cheio, quase a transbordar, equilibrando-o com grande perícia e elegância &agrav

    Leia Mais...