Blog do Inédito

A logística e o futuro, pra não dizer que não falei das flores...
01/Nov/18autor: Emerson Dias
A logística e o futuro, pra não dizer que não falei das flores...

Heitor saiu de uma reunião às 23:00h, chama um carro por aplicativo para ir pra casa, lembra-se que amanhã é aniversário de sua esposa, sabe que ao chegar ela estará dormindo e pensa: vou comprar flores e um perfume quando ela acordar amanhã cedo será surpreendida, mas caramba, esse horário não tem mais nada aberto na cidade...

De celular em punho, esperando o carro ele começa a procurar por: perfumes, flores e um sapato, descobre uma empresa diz entregar em até 4 horas os presentes com a embalagem personalizada e o devido cartão impresso, basta estar com o endereço de entrega, inclusive o andar do prédio onde mora, numero do apartamento e claro, a varanda aberta.

Ao acordar as 6 da manhã, Carla olha na varanda e estão lá, as flores, o perfume, o sapato e o cartão...

Como foi possível? Eu vi quando ele chegou ontem a noite, não tinha nada em mãos, pensei que ele tivesse esquecido, tão pouco ele acordou mais cedo que eu, como ele fez isso, pensa ela.

Drone! A entrega foi feita por drone, por uma empresa que esta há 1.000 km de distância de sua casa, mas por um app, Heitor fez isso enquanto voltava para casa, sem fazer nenhuma parada, nenhum desvio de seu caminho e sem cometer nenhuma infração de trânsito.

Essa história fictícia pode se tornar rotina em pouco tempo, isso tudo dependerá de uma EFICIÊNCIA LOGÍSTICA, mas como conseguir isto?

Escrevi este texto para ilustrar o que gostaria de propor como respostas as perguntas que me foram feitas numa entrevista recente.

A ideia é pensar respostas para algumas perguntas de hoje, pensando os desafios e claro, as oportunidades da logística futura.

1 - Emerson como garantir que todos os elos e recursos da cadeia de suprimentos e distribuição operem em seu máximo potencial dentro de uma empresa?

EWD: É preciso existir um alinhamento total da cadeia de fornecimento, o que significa que todos os elos precisam operar na máxima eficiência ou “sinergia”, e a máxima eficiência será a força máxima do elo mais fraco, é o efeito corrente, onde a força máxima de uma corrente é a força máxima do elo mais fraco, que será o primeiro a se romper quando submetido a força.

Por isso é fundamental que se entenda o foco do seu cliente, é preciso ajudar o seu cliente a operar com máxima eficácia, a palavra de ordem é integração.

Eficiência e eficácia são termos recorrentes no estudo da Administração, entenda, eficiência como operar de forma constante e correta. Eficácia é, fazer o que precisa ser feito no menor tempo e custo.

Integrar todos os elos é essencial, quando Heitor escolhe o perfume, que está estocado em Manaus (AM), e as flores que estão em Holambra (SP), e ele quer receber os dois juntos dentro da mesma embalagem em até 4 horas na sua casa em Belo Horizonte (MG), estamos falando de uma integração de agentes que chegam estar a 4 mil quilômetros de distância um do outro.

Além da integração, é preciso liderança e monitoramento constante, a integração junta os meios físicos através de uma alta integração de sistemas ou redes de sistemas tecnológicos, e a liderança garante a execução de tudo isso com o seu monitoramento constante.

2 - Qual a maneira mais atual de planejamento? Trimestral? Anual? Qual a diferença e qual se adequa melhor na realidade do mercado de hoje.

EWD: Isto depende muito do tipo de cliente e produto, a logística de um produto perecível como as flores para Carla é mais sensível, não dá pra estocar por muito tempo, diferente do perfume que tem prazo de validade maior além de que a embalagem e o próprio frasco tem uma resistência maior a impactos, o sapato tem uma caixa frágil, pode amaçar e danificar o produto, ou seja, o prazo de validade e o grau de fragilidade do produto vai ditar o ritmo de estocagem, de manuseio de distribuição, e portanto, do planejamento para que tudo isso chegue na varanda para Carla em até 4 horas transportados por um drone, tenha chuva ou tempestade, esteja quente ou fria a noite, neve ou vente durante este transporte.

3 - Como otimizar o uso de recursos no varejo (suprimentos)?

EWD: Alta integração total da cadeia, relacionamento com o cliente e com fornecedores de embalagem e frete por exemplo, é preciso pensar enxuto, essa é a ideia de lean thinking onde a demanda define a estocagem, que reduz custos, perdas, etc.

Isso é o que podemos chamar de redes colaborativas, enxergando a cadeia como um todo, tanto no suprimento, quanto na estocagem e na distribuição.

Nos dias de hoje, eficácia também pode ser entendida com a capacidade da organização de criar e fomentar redes colaborativas, visando com isto garantir a boa e positiva relação preço de vendas versus custos de logística.

4 - Quais são as principais ferramentas (o que inclui tecnologias) para a melhor eficiência no varejo? Quais são as tendências?

EWD: A tendência é uma cadeia mais autônoma controlada por aplicativos, e isso é possível com a integração dos sistemas WMS (Warehouse Management System) e uso de EDI (Eletronic Data Interchange) para integrar tudo, desde o cliente fazendo seu pedido até a fábrica que repõe na gôndola o que foi vendido, evitando as famosas rupturas.

RFID (Radio Frequency Identification) também é uma possibilidade hoje, pelo barateamento da tecnologia, é possível identificar uma única flor, dentro do conjunto de flores existentes em Holambra e saber qual delas chegou para Carla em Belo Horizonte.

Além disso o uso de aplicativos de monitoramento é cada vez mais constante, Heitor, se quisesse poderia passar as próximas 4 horas de sua noite olhando pela tela do celular cada movimento de seu pedido sendo construído, das flores saindo de Holambra, o perfume sendo embalado e despachado de Manaus, os sapatos saindo de Franca no interior de São Paulo, a central recebendo os três produtos e colocando num único pacote, o cartão sendo impresso e adicionado a embalagem final e depois o voo do drone até a varanda de sua casa, tudo online real time, mas claro, já que as máquinas estão trabalhando, Heitor pode descansar em paz em sua cama sabendo que tudo estará pronto na manhã seguinte.

5 - Na questão da segurança. O que deve ser priorizado?

EWD: A qualidade do produto no tempo prometido, todo investimento em segurança deve ter como foco a preservação da entrega de valor para o cliente.

Seja desde a segurança alimentar do cliente, até a segurança de que o drone não causará nenhum prejuízo físico a ninguém ao longo do caminho.

Em questões mais práticas, como segurança pública, é preciso que as empresas cobrem dos governantes soluções integradas também, pois com altos índices de roubos, compromete-se a pontualidade da entrega, além de onerar os custos das empresas e consequentemente o consumidor.

6 - Gestão. Como o gestor deve se portar e o que ele deve buscar para garantir a melhor eficiência na logística?

EWD: A liderança deve ter foco em 3 aspectos: pessoas, processos e infraestrutura, ou seja, recrutar e desenvolver boas equipes, gerenciar os indicadores de processos e buscar sempre a otimização além de avaliar constantemente a qualidade, modernidade e eficiência da infraestrutura adotada.

7 - Tem alguma informação adicional que acredita que seja importante para esse assunto?

EWD: Num mundo de organizações exponenciais e de integração física, biológica e digital, com machine learning, Inteligência artificial, Big Data, Nanotechnologia, Impressão 3 D, carro autônomo e etc. Pra que construir estradas se podemos usar os drones?

A tendência é de que a produção não estará onde será consumida, e isso abre uma enorme janela de oportunidades para a logística, como dizia Thomas Friedman há 20 anos atrás: o mundo é plano!

Os países se integraram, que facilitou a integração das empresas e agora, com indivíduos se integrando, eu posso vender meu produto para qualquer outro indivíduo no mundo, o desafio fica para a logística entrega-lo.

Este é o mundo novo, em 1492 Colombo e as caravelas Santa Maria, Pinta e Niña integraram por mar a Europa e a América, 500 anos depois conseguimos integrar por céu o mundo todo.

Entre o céu e o firmamento

Existem mais coisas do que julga

O nosso próprio entendimento

Que vagam pelo tempo

Versos da música Firmamento da banda Cidade Negra

 

Últimas Postagens

  • test
    Quer mudar de carreira?

    Antes de jogar tudo para o ar, especialista em carreira pede ao profissional: identifique o que o incomoda e pesquise áreas que trariam maior afinidade A falta de perspectivas,

    Leia Mais...
  • test
    A logística e o futuro, pra não dizer que não falei das flores...

    Heitor saiu de uma reunião às 23:00h, chama um carro por aplicativo para ir pra casa, lembra-se que amanhã é aniversário de sua esposa, sabe que ao chegar ela est

    Leia Mais...
  • test
    Meu MBA com vendedores ambulantes

    Certa vez na praia, sentei para conversar com o dono de um quiosque, papo vai papo vem, senta conosco um vendedor de queijo coalho assado. Sujeito simples, de voz potente, português r

    Leia Mais...
  • test
    Tome uma atitude!

    Faço parte de uma geração que cresceu ouvindo uma propaganda na TV que dizia assim: “tome uma atitude, beba dan up!” me lembro até hoje, sempre quan

    Leia Mais...
  • test
    Ética, moral e o compliance

    Em 1700 a.C Hamurabi 6º rei da dinastia babilônica, criou o Código de Hamurabi, este pode ser considerado o primeiro código de ética da humanidade,

    Leia Mais...